[newsplus_news_ticker num="7"]

Confira 5 ideias para apreciar o café sem açúcar

Confira 5 ideias para apreciar o café sem açúcar – Seja Muito Bem Vindo ao Ao Blog das receitas Low carb e hoje vamos dar dicas para se livrar do açúcar com pequenos hábitos.

Confira 5 ideias para apreciar o café sem açúcar

Tomar café sem açúcar parece ser uma situação impensável para muitas pessoas. Entretanto, é uma decisão que, literalmente, só traz benefícios. Ao lado do sódio, o açúcar é um dos grandes vilões da saúde e evitá-lo em todas as situações possíveis é essencial. Ainda mais no caso do café, que é uma bebida realmente benéfica à saúde e tão frequente na vida de quase todos nós.

Porém, além da questão da saúde, existe a experiência de provar um verdadeiro café. Sabia que, ao adoçá-lo, você mascara o real sabor do grão? É claro que essas nuances são características de cafés de qualidade, por isso é importante conhecer melhor o que está na sua xícara. Bom, mas a gente já está se adiantando aqui, pois isso é assunto para os tópicos que preparamos para você neste artigo. Siga em frente para saber mais!

 

Dicas para se acostumar com café sem açúcar

 

O café preto e forte, de torra bastante acentuada, é quase uma herança cultural brasileira por conta da crença de que este é o sinônimo de café de qualidade. Contudo, a torra escura nem sempre significa qualidade, pois muitas vezes isso ocorre para mascarar grãos defeituosos ou outras impurezas que são processadas juntamente ao café.

Então, o primeiro passo para se acostumar com café sem açúcar é entender mais sobre a bebida. Na lista a seguir, tudo ficará mais claro!

1 – Diminua aos poucos a quantidade de açúcar ou adoçante

O açúcar é viciante. Não à toa, ele é o chamariz das crianças e ingrediente indispensável em qualquer gostosura que todos nós apreciamos ― o brigadeiro é uma prova disso. Por isso, tomar café sem açúcar não é simplesmente abrir mão de um ingrediente. Trata-se de um complemento delicioso que torna a maioria dos alimentos e bebidas mais agradáveis!

Livrar-se dele requer mudança de hábitos. Assim, diminua aos poucos! Se o seu ideal são 4 colheres de açúcar em uma xícara de café, diminua para 3, depois para 2 e, enfim, para 1 colher. Você vai notar que, ao diminuir uma porção, o sabor vai mudar e algum estranhamento vai acontecer em um primeiro momento. Mas depois de alguns dias, tudo ficará mais natural. Daí é a hora de diminuir novamente, até eliminar o açúcar de vez!

 

2 – Teste outras formas de adoçar ou incrementar o café

Esta tática pode ser adotada paralelamente à anterior. É que existem alguns ingredientes que podem complementar o seu café e auxiliar na redução do consumo de açúcar ao mesmo tempo em que ajudam a se acostumar com um sabor diferente. Canela, mel, cacau em pó e gengibre (colocado no filtro ao coar) são algumas das ideias, sem deixar de fora o leite, que é um clássico!

Então, a dica é: na medida em que você diminui o açúcar, acrescente outros ingredientes para treinar o seu paladar. Para os mais corajosos, é possível fazer a substituição imediata: trocar o açúcar diretamente por estes adicionais novos. Você quem sabe!

 

3 – Experimente outras variedades de torra

Este aqui é o posto-chave de todo o processo para aprender a tomar café sem açúcar. É que, simplesmente, o café extraforte ― aquele da herança cultural sobre a qual falamos antes ― pode não ser o seu tipo preferido. Há diversos outros tipos de torras de café e existem cafés com as características mais variadas: mais frutados, suaves, aveludados, entre outras.

Podemos até fazer um paralelo com a cerveja: pode ser que a tradicional pilsen não seja a mais agradável para o seu gosto. Porém, existem tantos outros tipos e marcas, com porcentagens diferentes de malte, que proporcionam experiências variadas. O segredo é encontrar qual tipo é mais adequado ao seu paladar. O café funciona mais ou menos da mesma maneira!

 

4 – Harmonize o café com doces

Já que o açúcar é irresistível, que tal consumi-lo à parte da bebida? É isso mesmo! Acostume-se a sempre ter uma torta ou um doce para saborear junto ao café. Dessa maneira, além de reduzir a estranheza que o seu paladar sente ao provar o café sem açúcar, você vai estar praticando uma das atividades mais clássicas da gastronomia: a harmonização.

Harmonizar significa combinar, geralmente, um alimento com uma bebida, de modo que o sabor dos dois se complementem ou contrastem entre si, provocando uma experiência única. Você já deve ter ouvido sobre o consumo de queijos e vinhos, certo? Então, a lógica é a mesma.

De quebra, é mais uma oportunidade de acostumar o seu paladar ao café sem açúcar. Com o costume, você pode ir experimentando outras harmonizações, como café com salgados e também café com queijos!

 

5 – Prepare o café de forma diferente

Preparar o café de forma diferente não significa modificar a proporção de café e água. As quantidades precisam ser respeitadas conforme a orientação na embalagem do café para que a qualidade do grão seja sentida em sua totalidade. Quando falamos em modificar o preparo estamos fazendo referência a testar outros recursos para fazer o café.

Usa filtro de papel? Tente um filtro de pano! Tem recursos para comprar uma moka italiana? Então invista neste equipamento! A mesma dica serve para a prensa francesa. Você também pode investir em uma máquina de café ou mesmo naqueles equipamentos de café em cápsulas, sabe? Da mesma forma como falamos sobre a variedade de torras, o segredo é ir testando para entender o que funciona para você em relação à maneira de preparar.


Na gastronomia, tudo é hábito

 No fim das contas, o que precisa ficar claro é que tudo é uma questão de hábito. É comum, por exemplo, a gente não apreciar muito a primeira vez que experimentamos um determinado drink. Com o passar do tempo, depois de algumas festas e novos amigos apresentando maneiras diferentes de preparar aquele mesmo drink, acabamos gostando.

O café mesmo nem sempre é uma unanimidade logo na primeira prova. A gente vai adaptando com o tempo e cada um tem seu modo muito particular de apreciá-lo. Alguns preferem na garrafa térmica, enquanto para outros tem que ir do bule para a xícara. Alguns preferem solúvel, enquanto para outros é obrigatório ter leite.

Quer dizer, essas adaptações fazem parte dos detalhes que acrescentam personalidade à rotina de tomar café. Eliminar o açúcar é só mais um passo que pode resultar em novas experiências sensacionais. Talvez você descubra que há muito mais nuances e prazeres no café do que você jamais imaginou!

E descobrir isso ― olha só que curioso ― pode acabar se tornando possível apenas ao deixar o açúcar de lado. Seria tão bom se todos os nossos problemas fossem resolvidos de forma fácil assim, não é mesmo? Agora, que tal um cafezinho (sem açúcar) para celebrar essas descobertas? Tim-tim!

 

4.8/5 - (206 votes)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

scroll to top