[newsplus_news_ticker num="7"]

5 hortaliças com poucas calorias que turbinam a memória

5 hortaliças com poucas calorias que turbinam a memória

5 hortaliças com poucas calorias que turbinam a memória

5 hortaliças com poucas calorias que turbinam a memória – Olá seja muito bem vindo ao Blog da Dieta Low Carb e tenha uma boa estadia em aprender mais um pouco sobre  hortaliças com poucas calorias que turbinam a memória, vamos lá?

5 hortaliças com poucas calorias que turbinam a memória

Alimentos de coloração verde-escura apresentam propriedades que auxiliam as funções cerebrais e previnem doenças degenerativas

A alimentação rica em legumes e vegetais é importante para quem deseja manter a saúde em dia e quer evitar problemas de saúde. Entre essas categorias de alimentos, existem alguns que se destacam por oferecerem propriedades que combatem a perda de memória e auxiliam na concentração. Isso acontece porque eles facilitam a comunicação dos neurotransmissores, desenvolvem os neurônios e ainda dão energia para que o organismo funcione devidamente.

Cientistas identificam novo neurônio envolvido na formação de memórias Veja 3 tipos de alimentos realmente bons para o cérebro e a memória Alimentos ultra processados podem causar perda de memória, diz estudo

Confira uma lista de 6 alimentos que ajudam a melhorar a memória

Para turbinar a sua memória e ter uma dieta rica em outros nutrientes, o Metrópoles selecionou legumes e vegetais com poucas calorias que você pode acrescentar no seu cotidiano.

Veja quais são e suas propriedades:

1. Brócolis:

O brócolis é uma hortaliça muito conhecida e versátil, podendo ser usado em várias combinações de receitas. Além de benefícios como diminuir inflamações, auxiliar na digestão e combater diabetes e hipertensão, ele é superimportante para quem deseja melhorar as funções cognitivas.

O “verdinho” é rico em fitomenadiona (vitamina K), magnésio e ácido fólico. Esses nutrientes são importantes para o funcionamento do sistema nervoso e combatem o declínio da capacidade de raciocínio, concentração e memória, como apontou um estudo de 2017 realizado nos Estados Unidos.

Esse alimento também é essencial para as gestantes, porque o ácido fólico ajuda no desenvolvimento do sistema nervoso do feto e combate a anencefalia. Também previne outras complicações gestacionais, como o aborto espontâneo.

2. Couve:

A folha de couve, geralmente consumida refogada ou em sucos detox, ajuda na absorção de cálcio e é um anti-inflamatório natural para o corpo humano. Além dessas vantagens, a couve também pode ajudar no rejuvenescimento do cérebro, já que é rico em luteína e zeaxantina, nutrientes que controlam as funções do órgão. Para isso, a recomendação é ingerir porções diárias para melhores resultados.

Um estudo da Universidade de Cambridge, na Inglaterra, mostrou que a ingestão diária de suplementos de apenas 12mg de luteína e zeaxantina retardou o envelhecimento cerebral de pessoas com mais de 70 anos. Independentemente do período de vida, a couve é uma opção pouco calórica, barata e bastante benéfica para a saúde.

3. Salsa:

A salsinha está presente em muitas hortas e é usada para temperar saladas e pratos diversos. Além de dar sabor à comida, o consumo dessa folha apresenta muitas vantagens ao funcionamento do corpo humano. Assim como o brócolis, ela é rica em ácido fólico, ou vitamina B9, e atua no bom funcionamento dos neurônios e combate problemas mentais como a depressão e a ansiedade.

4. Repolho:

Apesar de não ter sempre a coloração verde como os outros vegetais, como é o caso do repolho roxo, ele também está na lista de alimentos com poucas calorias e que fazem bem para o cérebro. Ele faz parte da família dos crucíferos e apresenta glucosinolatos e antocianinas, compostos que combatem o esquecimento e podem prevenir o desenvolvimento de deteriorações mentais e doenças como o Alzheimer. A vitamina K, também presente no repolho, atua na proteção dos neurônios.

5. Rúcula

A rúcula também se destaca no auxílio das funções cognitivas, uma vez que também contém as mesmas propriedades da couve. Mais que dar um gosto diferenciado à salada e de ser baixíssimo em calorias, a rúcula mantém o cérebro jovem devido às vitaminas que atuam na redução dos radicais livres que envelhecem as células.

4.8/5 - (230 votes)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

scroll to top