receita de queijadinha low carb

Receita de Queijadinha Low Carb é para ninguém colocar defeito, uma deliciosa massa sem farinha. A Queijadinha Low Carb é uma adaptação da tradicional queijadinha brasileira, uma deliciosa sobremesa doce feita com queijo. A receita é muito simples, fit e fácil de preparar, você vai juntar todos os ingredientes dentro de um liquidificador, bater e depois é só assar. A Queijadinha Low Carb é um lanche para o café da manhã ou para o café da tarde, o sabor é incrível, não tem como não gostar. Tá esperando o que para aprender como fazer a receita de queijadinha sem carboidrato? Queijadinha Low Carb / Fácil de Liquidificador.

Receita de Queijadinha Low Carb | Ingredientes

5 ovos

100 g de coco ralado

50 g de queijo ralado

1 colher (sopa) de manteiga

½ xícara de mussarela

200 ml de leite de coco

200 ml de creme de leite

1 colher (sopa cheia) fermento em pó

Adoçante forno e fogão a gosto

Veja também:

Livro 101 receitas com 3 bônus (manual low carb, jejum intermitente e exercícios para fazer em casa).

Receita de Queijadinha Low Carb | Modo de Preparo

Coloque os ingredientes um a um dentro de um liquidificador.

Bata tudo por alguns minutinhos até que vire um creme bem homogêneo.

Despeje a massa dentro de uma forma untada e enfarinhada com farinha de coco.

Leve para assar em forno preaquecido médio até dourar.

A receita rende bastante, se preferir, você também pode fazer em forminhas de cupcake, a receita nada mais é do que uma queijadinha low carb em uma forma de bolo. Espero que tenham gostado, porque aqui em casa todos amaram!

Receita de Queijadinha Low Carb | Benefícios 

Se for como eu e gostar muito de queijo, deve saber que para além do seu inigualável sabor, tem imensas propriedades que fazem bem à saúde. Trata-se de um alimento derivado do leite, pelo que tem um alto conteúdo de cálcio, um mineral fundamental para a saúde dos ossos e dos dentes. Além do mais, é ainda rico em proteínas e fósforo.

Embora deva ser consumido com moderação (em grande quantidade engorda), é importante que esteja incluído na dieta diária, pois é bom para as defesas do corpo, fortalecendo o sistema imunológico, para além de ser ajudar a combater a osteoporose e outros problemas relacionados com os ossos.

Este alimento é muito importante em algumas etapas da vida como por exemplo durante o crescimento em crianças e adolescentes, na gravidez e no período de aleitamento materno, durante a menopausa e na terceira idade.