Gluten e dieta Low Carb

Glúten e Dieta Low Carb não combinam por que o glúten é viciante, já a Dieta Low Carb, busca libertar você da compulsão alimentar causadas pelos alimentos que não são de verdade. Você já se perguntou por que uma pequena fatia de bolo de aniversário leva um dia, semana ou mês de compulsão alimentar? Bem, você não está sozinho. Somos um país atormentado de desejos que alimentam excessos compulsivos. Algumas pessoas desejam doces e outros pães e macarrão, mas uma coisa que a maioria dos alimentos que desejamos têm em comum é que eles contêm glúten.

Glúten e dieta Low Carb | O que é glúten?

O glúten é uma proteína encontrada em trigo, centeio, cevada, aveia, espelta e Kamut. Os alimentos comuns contendo glúten são pães, cereais, macarrão, bagels, muffins e biscoitos. O glúten proporciona elasticidade para a massa, o que ajuda a aumentar a massa e dá ao cozido uma textura macia e esponjosa. De todas as fontes de glúten, o trigo moderno parece ser o mais problemático, pois é a fonte de glúten mais consumida. Segundo o Dr. Mark Hyman, em um ano, mais de 55 quilos de farinha de trigo são consumidos por cada ser humano.

Glúten e dieta Low Carb | Por que o glúten é viciante?

Existem duas razões principais pelas quais o glúten é tão viciante:

  1. O glúten faz subir o açúcar no sangue rapidamente

     2.  Isso pode causar efeitos que alteram a mente que levam a comer de maneira compulsiva, viciante.

Vejamos isso com mais detalhes.

 1. O glúten faz com que seu açúcar no sangue aumente rapidamente, levando a excessos compulsivos.

O trigo tornou-se um dos alimentos glicêmicos mais altos que você pode comer. Agora ele supera o açúcar de mesa na escala glicêmica. Em outras palavras, duas fatias de pão aumentam o nível de açúcar no sangue acima de duas colheres de açúcar de mesa. Isso é realmente alarmante! E, como você sabe, o que sobe deve descer. Depois de seus picos de açúcar no sangue de alimentos contendo glúten, como pão de trigo integral, o açúcar no sangue cai drasticamente, o que muitas vezes leva você a ter mais fome e comer mais de maneira viciante

2. Os efeitos que alteram a mente que levam a excessos compulsivos

Alimentos que têm um alto nível de glúten, como o trigo, podem aumentar seu apetite. O consumo de glúten realmente faz com que você queira comer mais alimentos processados ​​(biscoitos, cupcakes, doces, refrigerantes, pizza, muffins e sanduiches). Estudos relatados no American Journal of Clinical Nutrition descobriram que as pessoas que consomem glúten comem uma média de 400 calorias por dia.

Além das calorias extras, para algumas pessoas, o glúten pode atuar como uma droga, causando efeitos neurológicos peculiares de drogas. Em seu livro, Wheat Belly , o Dr. William Davis diz que os compostos semelhantes a morfina criados a partir da digestão do glúten passam pela barreira hematoencefálica e têm potencial para gerar euforia, comportamento viciante e estimulação do apetite.

Para muitas pessoas com dependência de glúten, pode ditar opções de alimentos, consumo de calorias e com que freqüência as refeições e lanches são consumidos. O glúten pode influenciar o comportamento e o humor e até mesmo dominar os pensamentos. Dr. Davis relata que a obsessão com os alimentos que contêm glúten “pode ​​chegar a pensar sobre eles constantemente, falando sobre eles com alguém que vai escutar e salivar sobre eles mesmo quando eles não estão à vista”. Ele já teve muitos clientes que sonham com o pães!

Pesquisa estima que milhares de pessoas são sensíveis ao glúten. Os desejos severos e o desejo compulsivo de grãos de glúten são sintomas de sensibilidade ou intolerância alimentar. Há uma teoria de que as pessoas tendem a ansiar os próprios alimentos aos quais são intolerantes.

Gluten e dieta Low Carb

Glúten e dieta Low Carb | Qual é o seu próximo passo?

Seu plano para reduzir a compulsão alimentar pode ser cortar todos os alimentos com glúten. Também mantenha-se limpo de açúcar e mantenha o seu nível de açúcar no sangue equilibrado (comendo carboidratos vegetais, proteínas animais e gorduras saudáveis ​​em suas refeições e lanches), isso nos faz lembrar da Dieta Low Carb .

A maioria das pessoas precisam de suporte regular e orientação individual, a fim de acompanhar a alimentação saudável e entender qual é a melhor solução para suas necessidades individuais. Trabalhar um a um com um nutricionista altamente qualificado para fornecer o melhor suporte para uma alimentação equilibrada.

Conheça o livro 101 receitas low carb para te ajudar a perder peso